O Brasil das Minorias Oprimidas e Burras

Sonho com o dia em que as pessoas que decidem o futuro do nosso país vão colocar o pau na mesa e botar ordem nesse barraco que tá o Brasil.

#BotaOPauNaMesaDilma

Fundamentalistas religiosos batendo de frente em questões como moral, bons costumes e família, utilizando para isso discursos homofóbicos, distribuindo repúdio em comentários de notícias e nas redes sociais, enquanto 1% dos gays tentam aprovar uma PLC há anos, cujo único propósito é a igualdade perante a lei, e que classifica como crime uma coisa que não é nada além de respeito.

O que é a PLC 122/06?

A PLC em questão propõe agregar à Lei que criminaliza o racismo também os maus tratos a idosos, deficientes físicos e gays – transformando-a em uma lei que protege minorias. Sim, infelizmente é preciso uma lei para a falta de bom senso e respeito. Leia mais sobre o projeto clicando aqui.

O que é MINORIA?

Minorias precisam ter voz ativa

Bom, o conceito de minorias é simples – um grupo formado por pessoas afins que, juntas, são incapazes de obter voz ativa numa decisão que vá contra os seus interesses vitais. Por exemplo: vamos imaginar um grupo de 10 pessoas que moram num prédio de 2 andares. Delas, duas não tem pernas. Em votação democrática sobre ter ou não um elevador, as 8 pessoas que possuem pernas votam contra pois isso encareceria a conta de luz. Mas esta decisão faz com que 2 pessoas não possam acessar os andares superiores.

Qual é o problema?

Infelizmente hoje lidamos com pessoas que não enxergam a necessidade de defender as minorias – aliás, não enxergam nada além da órbita de seus umbigos. E mesmo algumas ditas minorias não percebem o quanto ajudam a proliferar discursos negativos a seu respeito por um simples problema de conduta: falta de educação. No final do dia, precisamos entender que para mudar é necessário compartilhar muito mais do que piadas maldosas no Facebook.

Torço por um Brasil diferente, do qual eu possa me orgulhar. E estou fazendo a minha parte para que isso aconteça – mudando antigos costumes, discursos e buscando informação antes de me pronunciar.

Como começa a SUA mudança?