Redes Sociais que NUNCA vão emplacar

Redes Sociais que NUNCA vão emplacar

Todo mundo adora uma rede social – não podemos negar. Mas por causa disso várias pessoas começaram a criar redes que beiram o absurdo, seja por sua segmentação, tipo de conteúdo esperado, ou mesmo por seu público de interesse.

Não importa se estas redes sociais já nasceram mortas, se estão morrendo, ou se simplesmente estão fadadas à falta de público. Para elas o fracasso já está encomendado:

 

koprol-logo
O nome é ruim. A proposta já existe. O conteúdo ainda é muito cru. Enfim, o Yahoo! fez uma compra de um ser que já nasceu morto. Ainda bem que eles ainda têm o Yahoo!Meme né? Ué, não conhece essa rede também?

 


Ele nasceu querendo competir com o Twitter. Como a entrada na rede era apenas por indicação de um outro usuário – bem no estilo Google de ser – ele conseguiu um grande buzz no seu lançamento, mas logo morreu. Daí resolveram revivê-la num estilo Tumblr, mas ainda anda meio morto-vivo. Será que o Meme vai morrer um dia? Ou será que vai imitar uma outra coisa revolucionária em breve?

 

ning_horizontal_logo
Foi uma ideia revolucionária: você podia criar sua própria rede social. Uhuuuu! Daí virou pago. Aliás, além de pago, virou caro. Este fator, associado a falta de interesse das pessoas em ter “maaaaais uma” rede social, o Ning fez que nem a formiguinha: morreu!

 


O caderno de perguntas virtual até funcionou durante um bom tempo, mas ninguém mais lembra dele. Ficou na lembrança, assim como os cadernos de pergunta da infância. A grande falha é que todos adoram responder perguntas, mas poucos os que gastam tempo perguntando. Oh well…

 


A rede parecia uma priminha do Formpring, mas num formato diferente. Ninguem fazia nenhuma pergunta, você entrava num perfil e simplesmente dizia três palavras que definiam aquela pessoa. A morte foi rápida, talvez porque muitas pessoas não conseguiam ser definidas com tudo isso de palavra.

 

forecast-by-foursquare-logo
Antecipe seus checkins do Foursquare! essa era a pegada do Forecast assim que foi lançado. Assim, além de dizer aos seus amigos onde você está, você poderia antecipar para eles suas futuras localizações. Nem preciso dizer que essa idéia não é lá muito agradável, certo?

 

skoob-app
Detesto ter que dizer que o skoob nunca vai emplacar, mas é a mais pura verdade: uma rede social de livros. Nele você descobre autores, obras, pessoas que têm um gosto similar ao seu e sugestões de leituras. O problema é esse: poucos são os que ainda compram objetos com folhas.

 

logo_beautifulpeople
As pessoas não gostam de ser segmentadas. O grande problema de uma rede em que você tem que ser bonito para entrar é simples: não tem muita gente bonita no mundo. Se o mundo fosse cheio de gente bonita, ser feio seria lindo. Achamos bonito o que é raro – mas não precisamos de uma rede social para cuspir na cara de quem não preenche o requisito.

 

cromazLogo
A rede nasceu quietinha, ganhou um pouco de publicidade e depois todo mundo esqueceu dela. A idéia é até que interessante: você cria um perfil e informa seu endereço. A partir daí o site te informa pessoas próximas a você para que vocês se conheçam e troquem uma idéia. Tudo sem revelar o endereço de ninguém. O problema? Pode ser interface, pode ser formato. Mas provavelmente é porque todo mundo vai pra internet para ficar longe das pessoas – não para encontrar lá alguém que está do seu lado.

E você, conhece alguma rede social sem futuro algum? Compartilha aê!